sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Onibus encurtam e perdem cobradores depois da eleição

Existe uma velha piada do meio político que conta a estória de um político que, ao morrer, vai ter com São Pedro e este lhe diz que ele terá que passar um dia inteiro no céu outro no inferno para escolher aonde de fato deseja ficar. O político num primeiro momento reluta pois achava que merecia o céu, afinal todo político se faz de santo, entretanto, por falta de opção, aceitou a proposta e desceu até o Inferno para lá passar um dia e saber como é lá. Chegando ao Inferno, foi recebido pelos amigos com enorme festa, mulheres bonitas, tudo do bom e do melhor e à vontade e o melhor, não havia nada com que se preocupar, a ordem era só aproveitar e curtir. O próprio diabo não era tão feio como lhe pintaram, ao contrário, era um sujeito elegante, bem agradável e excelente contador de piadas. Voltando ao céu, descobriu que o céu também era um bom lugar, onde as pessoas viviam contentes, louvavam à Deus, conversavam e trabalhavam! Ao fim do dia, voltou até São Pedro já com seu veredicto: -“Meu caro São Pedro, gostei muito do céu,juro que gostei, mas sabe como é, lá no inferno estão todos os meus amigos e acho que eu ficaria melhor por lá” . São Pedro que em nada se surpreendeu, afinal até hoje, nenhum político tinha parado no céu, indicou para ele o caminho do elevador que o levaria de volta ao Inferno.
Chegando ao Inferno tudo tinha mudado. A festa tinha acabado, as mulheres bonitas desapareceram, os amigos todos estavam à chorar e se lamentar até que o diabo, o viu e foi ao seu encontro: “- Seu diabo, o que aconteceu, estive anteontem aqui e tudo estava ás mil maravilhas, agora só vejo choro, dor e desolação?!” ao que o diabo ironicamente lhe respondeu: -“ É que estávamos em campanha eleitoral, agora já tenho o seu voto!”

Bem, esta estória parece bem se aplicar à São José, que conhecia bem o diabo e seu cheiro, mas como ele se apresentou humilde e em pele de cordeiro durante a eleição, preferiu acreditar que tudo seria festa e agora deu no que deu: passada um mês da eleição, tudo que estava maravilhoso começa à se desmanchar.

A GM volta a demitir, A Sabesp controla como quer a nossa água, o governo que ouvia as tias nas feiras voltou à se encaramujar dentro do paço, os ônibus encolheram de tamanho e os motoristas e cobradores que acreditaram que seriam readmitidos pelas novas empresas pela promessa do prefeito estão à ver navios. E o pior que isso é só o começo, muito mais coisa está por vir, como desemprego, aumento do IPTU, da passagem de ônibus e por ai vai.

Bem feito para quem foi querer bancar o esperto e reelegeu quem já tinha demonstrado não estar nem ai para os seus problemas. Entretanto, ainda dá pra dar o troco, ainda dá pra exigir, se até os gringos podem eleger um presidente negro e dizer :Sim, nós podemos, o que ta faltando pra gente levantar a bunda do sofá e fazer com que as coisas mudem.

Como sempre disse: Ou a gente muda com eles, ou eles mudam com a gente, ou a gente dá o troco logo, ou vamos passar recebido a vida inteira de otários, porque é isso que temos sido, otários. Atitude já! Nós podemos!!!

J. Saladino

3 Comentários:

Anônimo disse...

Quem votou no CURY FOI IMBECIL DEMAIS, Ô POVO MAIS RETARDADO MENTAL E IGNORANTE DE MERDA.
QUEM ELOGIA ESSE FILHO DA PUTA LADRÃO E MENTIROSO MERECE SOFRER MESMO.

Anônimo disse...

e aqui na zona norte o carlinhos ganhou do cury fazemos o ideal mas o cidade e elege o filhote do psdb

Patrícia disse...

vamos deixar eles continuarem fazendo o que bem querem fudendo a cidade espernado mais 4 anos, ou vamos tomar um atitude desde já?
a cidade não termina no voto, só começa

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO