domingo, 31 de agosto de 2008

Nova Pesquisa comprova: Não precisamso mais ter medo do bicho papão


A nova pesquisa sobre a disputa eleitoral em São José publicada hoje (31/08) pelo Jornal vale Paraibano comprova: O povo acordou e não precisa mais ter medo do bicho-papão.
A cada nova rodada, mais e mais afunda a pipa pensa do prefeito e não adianta gritar, ameaçar, intimidar, tentar colocar terror em cima do risco dos adversários ganharem porque a população não é trouxa, a população não quer é passar mais 4 anos com um governo sem rumo, autoritário, que está afundando a cidade dia a dia e que a classe média, sem perceber tem pago a conta.
Quanto mais se debater é pior, pois quem teve 4 anos para fazer alguma coisa e não fez nada, não merece crédito.
A coisa funciona mais ou menos assim: O cara passa 4 anos te dando calote, pegando emprestado e pagando do jeito que quer e quando quer e ainda te passa sermão quando você o cobra, e depois, quando você acorda e não quer mais emprestar seu voto à ele, ele diz que se regenerou e que se você emprestar mais uma vez ele jura que paga até os atrasados e, para que você caia no conto do vigário, ainda ameaça que se você emprestar o seu voto pro outro, vai tomar um cano maior do que o que ele vem lhe dando.
Desculpe mas não precisamos de conselhos de malandro. Entre a dúvida e a certeza de calote na reeleição, melhor ficar com a dúvida, pois estamos cansados de ficar com o pires na mão.
Outubro tá ai, Fora Com Eles!!
Jorge Saladino

Capital Nacional dos Mendigos


A capital nacional dos mendigos. Porque será que este título o prefeito não mostra no horário da campanha eleitoral?
Enquanto isso, a fila cresce na porta da casa do vereador Cricriânus, que está comprando votos e passando recibo. Vamos caçar e cortar as asas deste passarinho nestas eleições???

Chuta-Pobres Um esporte de elite com os dias contados em São José

Durante os últimos 12 anos, tornando-se uma verdadeira febre nestes últimos 4 anos de desgoverno, temos assistido diariamente a invenção e prática por parte da elite tucana reinante em São José de um esporte cruel e curioso: o Chuta-Pobre.

Praticado por homens e mulheres de alta linhagem tucana de bico cumprido e afiado, este esporte tem feito com que a cada dia, mais e mais pessoas do povo sejam, duma hora para outra, obrigadas á deixar suas casas, seu bairro, sua vida em comunidade para atender à um capricho de um grupinho que detesta ver gente pobre circulando pela cidade, pois como dá para observar nos painéis esparramados pela prefeitura nos pontos de ônibus, onde a impressão que se tem é que vivemos numa cidade deserta, vez que nunca tem sequer uma pessoa nos pontos turísticos da cidade retratados nos painéis (dizem as más línguas que isso acontece porque não conseguiram encontrar alguém que sorrisse sinceramente ante o caos em que se encontra a cidade).

E a coisa funciona assim: Do nada inventam de passar uma obra por cima da sua casa e você que se vire, porque fazer um piscinão, no banhado, um estacionamento para as madames que manipulam o prefeito, é mais importante que o seu direito de viver aonde você construiu a sua casa.

Afinal, cidadão comum não pode se dar ao luxo de escolher onde morar.

E a cada dia chutam as pessoas para mais longe: Começaram mandando-as para o Cidade de Deus, agora para Eugenio de Melo e Putim, daqui à pouco deportam as pessoas para outros estados, porque em São José só tem lugar na ótica deles para quem tem dinheiro, muito dinheiro.

Portanto, se você é pobre ou classe média, se prepare, logo logo estarão mirando o pé na sua bunda.

Antes que te chutem, chutem eles!
Outubro tá ai e como demonstram as pesquisas, o bicho papão não põe medo em mais ninguém!

Saladino

sábado, 30 de agosto de 2008

Cury O Aprendiz de Emanuel - Demitido em Outubro



Não adianta! Por mais que tente, o atual prefeito não passa de uma caricatura mal feita do ex-prefeito Emanuel.

Vejam suas poucas realizações, não há uma que não seja remendo de algo que o Emanuel já tinha feito. Na fundo do vale , já fez e desfez o aslfato uns 3 vezes, sempre custando caro ao nosso bolso e agora inventou de aumentar o valetão sem qualquer necessidade só pra gastar dinheiro e fingir que mostra serviço. Não construiu uma escola nova, só reformou ou fez algum salinha nova sempre à custos astronômicos, ou acham barato erguer 4 paredes de uma sala de aula por 90 mil reais, preço que dá pra erguer uma casa?

Pela total falta de projeto, tudo que faz é tentar imitar o antecessor, e quando faz, faz caro e mal feito, razão da qual ainda hoje, depois de 4 a nos como prefeito ainda precisa viver na sombra do governo anterior dando a entender que governa á 12 e não à 4 anos.

E o que serão dos próximo 4 anos, quando não há mais poliesportivos para construir, nem grandes avenidas. Qual a proposta do dito cujo? Fica o tempo todo enrolando e pedindo desculpa na televisão justamente para não precisar dizer o óbvio: Não tem a menor idéia do que fazer nos próximos 4 anos que, caso aconteça o milagre de ser reeleito, vai ser mais aos trancos e barrancos que esse, com coisas acontecendo sem qualquer planejamento e na base da urgência como no caso das enchentes no começo do ano ou das ilhas de calor e caos no trânsito que se avizinham com esse monte de prédio erguido sem critério na cidade.

Um prefeito que não planeja a cidade, não é prefeito, mas um mero despachante e tapador de buraco, tanto é que em seu jornal, se disse o recordista mundial de tapar buracos.

Não precisamos de um remendo de prefeito, precisamos de um prefeito de verdade. E já que o PSDB não pode ou não quer nos oferecer o Emanuel para votar, teremos que buscar outras opções porque este que está ai não dá!

Fora com Eles!

Jorge H. Saladino

Novo Teatro Municipal: Mais uma obra embargada e direcionada à elite

Como o próprio prefeito para fazer média sempre diz: Governar é favor escolhas, e não é que, por coincidência, ele só faz escolhas que visem facilitar a vida do pequeno segmento da sociedade joseense à qual participa?

Sem pestejanejar, investiu nada menos que 15 milhões de reais na construção de um mega teatro em São José que seja capaz de receber os musicais que hoje o Príncipe Sapo do Paço precisa ir até São Paulo para ver. Espetáculos cujos ingressos não saem por menos de 100 reais por cabeça, ou seja, apesar do teatro ficar em São José e ser construído com dinheiro de todos, no frigir dos ovos, só uma pequena parcela da cidade vai, de fato, poder frequentar este teatro de luxo em nossa cidade.

Ora, hoje nossa cidade conta com diversos teatros abandonados, como o Cine Teatro São José ao lado da Rodoviária Velha, há muito abandonado, o Frederico Ozanam, o próprio Municipal no Centro da cidade, teatros que poderiam estar servindo à vida cultura da cidade mas que, por total falta de interesse, simplesmente ou não funcionam, ou funcionam parcialmente e, em sua grande maioria, beneficiando não só artistas de nossa cidade, mas principalmente a criação do nosso povo, gerando um novo mercado na cidade que, por desconhecimento do atual prefeito, a cultura é hoje sem dúvida, uma grande fonte de renda limpa, aquela que emprega bastante pessoas e não polui.

Fazer o que, para o prefeito e sua turminha, obra só tem valor se tiver cimento para superfaturar e encher o bolsinho.

Igual ao teatro para a elite, existem diversos outros exemplos na cidade onde o investimento privilegia as camadas mais ricas em detrimento das mais pobres, como o novo jardim japonês, realmente algo muito bonito mas que, por coincidência, fica em frente à um condomínio de luxo na cidade e à 500metros da Casa do Prefeito.

Será que para ter acesso à coisas boas nessa cidade a gente precisa ser vizinho do prefeito??
Precisamos de algo que governe para todos e não somente para os amigos. Se os ricos tem direito ao lazer e isso é legítimo, também é preciso que nossa classe média e os mais pobre também possam usufruir destes privilégios.

Esse prefeito fraco e sua lei de Gerson de levar vantagem em tudo não nos serve, fora com Eles!

As Desventuras de um prefeito Cury de Pau

sexta-feira, 29 de agosto de 2008

A Grande Quadrilha fodendo a classe média


Desde que se instalou no Paço Municipal e na Câmara de Vereadores, esta turminha não faz outra coisa senão enganar nosso povo, impondo um ditadura de terror na população que cai no seu conto do vigário.
Ameaçam a classe média de virar pobre se as coisas forem diferentes, entretanto, os salários estão cada vez mais defasados em função da imposição de terceirizações e privatizações de modo que a classe média tem de viver pendurada no cheque especial se quiser respirar um pouco.
A menina que fez das tripas coração para se formar em asssitência social, pagando mensalidade de até 700 reais por mês teve de trabalhar na creche dos mamulengos amigos do prefeito para ganhar 500 reais senão passava fome. E ai o puto aparece na tv dizendo que está abrindo vagas nas creches onde as crianças receberão amor. Que amor pode vir de alguém que recebe um salário injusto?
Hoje em São José tanto faz se você tem diploma superior ou não, vai ganhar mal do mesmo jeito. E o prefeito e os vereadores ainda acham bonito, afinal, se bem lembram um vereadorzinho governista comedor de hóstia da zona sul e que fala fino juntamente com o prefeito, jogaram a cidade contra as pessoas que trabalham na GM com a conversinha mole de que é melhor aceitar ganhar a metade do que ganhavam, de 2.500 por mês para 1.200 do que ficar desempregado.
Interessante é que este mesmo vereador vagabundo votou a favor de dobrar o próprio salário à partir do ano que vem, porque 4.500 reais para ele é pouco, mas 1.200 para o cidadão que faz com seu trabalhar essa cidade acontecer é muito.
E é essa gente que vem falar em medo da oposição tornar a classe média em classe pobre? Essa gente que não se importa se você vai ter de aceitar receber metade do que vale o seu trabalho para não ficar na rua da amargura?
Um prefeito que deixa ir embora um monte de grandes indústrias que pagavam bem pela nossa mão de obra e depois solta foguete quando empresa de telemarketing que paga salário mínimo se instala na cidade, , não é uma pessoa preocupada com a classe média da nossa cidade, aliás, imagino que está louco para que virem pobres para que possa chutar este novo pobre para a periferia.
Até quando esta grande quadrilha vai nos fazer de palhaços empinando suas pipas safadas, tocando suas músiqunhas e dizendo que tudo está as mil maravilhas quando na verdade não está?
Um garoto ou garota que se forma hoje não tem a menor garantia de que vai conseguir uma oportunidade no mercado de trabalho, e muito provavelmente vai acabar trabalhando numa loja num shopping com ou sem diploma. Aliás eles estão infestando a prefeitura com estagiários que ganham pouco e fazem o serviço que era dos amigos do prefeito que enquanto isso, enchem o rabo de dinheiro deixando o paletó esquentando a cadeira. Quando vai haver justiça nesta cidade? Quando vai haver concurso público na prefeitura para que esse garotos que estagiam tenham alguma chance de serem efetivados?
Porque aqui a fábrica de emprego só fabrica cabides e desculpas.
Enquanto refletimos bem o que queremos para nossa cidade nestes próximos anos, se são mais 4 anos sem qualquer projeto, onde se cimenta até pensamento ou se vamos projetar uma cidade para o futuro. O nosso futuro está nas suas mãos através do seu voto, não vote porque tem medo, vote porque acredita!
A Grande Quadrilha

Compositor: Dudu o Esnobe

Essa Quadrilha é muito unida
E também desorganizada
Humilham o povo por qualquer razão
Depois pedem perdão na eleição

E rouba pai,
E rouba mãe
E rouba filha
Quero também ser da quadrilha
Para aprender à roubar

Esnoba o pai
Esnoba a mãe
Esnoba a filha
Quero também ser da quadrilha
Para o povo esnobar

Elite pai, mãe, filha
Também quero ser da elite
Para também esnobar


Jorge H. Saladino

Prostituição Infantil em São José - É a cidade investindo no turismo sexual


Chega à ser perturbador, andar pelo centro da cidade em plena luz do dia na praça Afonso Pena, no coração da cidade e ver diversas meninas menores de idade se prostituindo para comprar drogas e levar comida para casa.
Quando a noite chega então, seja o que Deus quiser!
Qualquer um que ande de carro pelo centro à noite verá diversas meninas que se tiverem muito, tem 12 anos de idade! se prostituindo embaixo das câmeras de vigilância instaladas pela prefeitura e ninguém faz nada, absolutamente nada!!
E a deprimente cena se repete nas esquinas da Vilaça, na Praça Afonso Pena, na Nelson Dávila , por ironia, bem em frente ao cartório eleitoral, sem contar na Região Sul, onde inclusive existem diversas meninas serviciadas por velhos sujos que exploram sua miséria.
Votamos nestes putos, para que cenas como essas não fizessem parte da paisagem urbana e de nada adianta rebocar a cidade de florzinhas e pracinhas, se nossas crianças estão precisando se prostituir para ter um sonho.
Será que essas meninas e meninos enquanto pipam suas pedras de crack para fugir da dor da realidade, sonham em empinar a maldita pipa do prefeito?
Criem um pouco de vergonha na cara!
São José precisa de mais, muito mais! Este tipo de experiência e desrepeito não serve pro nosso povo. Uma cidade que não respeita suas crianças, precisa mudar e a mudança virá no dia 05 de Outubro com o nosso voto! Fora com Eles!
Jorge H. Saladino

Conversa de Cumadres 4 - Crianças Empreendedoras nos semáforos

Já repararam como cresceu nos últimos anos o número de crianças que ganham a vida nos semáforos de São José?
Crianças que deveriam estar numa escola, mas que em São José, onde tudo é festa, onde tudo é uma zona, estão à um pé da criminalidade e bem próximas do mundo das drogas.

É muito triste ver no que se transformou nossa cidade: Uma terra sem lei, repleta de mendigos, prostitutas nas principais avenidas de acesso, crianças tentando a vida nos semáforos.

é muito pouco pruma cidade tão rica.
Um cidade que não respeita sua gente, precisa mudar. Uma cidade que está transformando a sua classe média em sub-empregada (basta ver o incentivo que a prefeitura dá pra as empresas mandarem embora os funcionários para recontratá-los alguns meses depois através de alguma terceirizada pagando um terço do salário normal)
do jeito que vai, logo logo, não teremos mais uma classe média em São José, todos estarão num semáforo, enquanto uma pequena elite amiga do prefeito, se refesteia num condomínio de luxo fechado.

Acordemos antes que seja tarde.

Quem fode o pobre, vai ferrar também o médio!

Em outubro, fora com eles!

Jorge H. Saladino

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Privatização do Hospital é Ilegal, mas se é amigo do Prefeito, POODE!


O Enroscador de Pipas. A Pipa do Dudu não sobe mais

Tá explicado porque o prefeito não acerta uma: Para ele, dirigir uma cidade é a mesma coisa que empinar uma pipa, ou seja, peguemos qualquer moleque na rua durante as férias e coloquemos no lugar do prefeito que não sentiremos a mínima diferença.

Aliás, é interessante que um prefeito que passou a infância brincando de bonecas com as irmãzinhas e com as suas amiguinhas secretautoritárias, que nunca jogou bola, bolinha de gude ou empinou pipa, depois de velho venha querer usar uma metáfora pobre desta. Depois ainda tem coragem de fazer piadinhas das metáforas de gosto duvidoso do Lula em relação ao futebol.

Muito pouco para um prefeito que se cerca de puxa-sacos e pseudo-intelectuais. Diploma na parede não é sinônimo de competência, aliás, na prefeitura, diploma é sinal de arrogância e paletó pendurado na cadeira.

Por falar em cadeira, quando vão levantar a bundinha da cadeira e começar à trabalhar?
Depois não adianta posar de Madalena arrependida, e pedir desculpas das trapalhadas para a população e fazer teatrinho pegando funcionários de cargos comissionados para fazer discurso pró-prefeito. Podiam ao menos, para disfarçar, pegar um dos muitos funcionários que estão sendo cantados com a promessa de alguma boquinha na próxima gestão.

E, para finalizar, como diria o Silvio Santos: " A pipa do Dudu não sobe mais, a pipa do Dudu não sobe mais, apesar de mentir tanta coisa, o Dudu tá ficando pra trás"...



Jorge H. Saladino

Conversa DE CUmadres 3 Capital Nacional dos mendigos

Mais um título para nossa cidade: A capital nacional dos Mendigos!
Mas como sempre tem uma desculpa na ponta da língua, é lógico que encontraria uma desculpa e o seu pseudo secretário Kiko, o amigo do Chaveco, alegou que nós só somos proporcionalmente a maior cidade em mendigos, que em números reais, São Paulo ganha da gente. O Kiko chavequeiro só esqueceu de lembrar que São paulo é 25 vezes maior que São José e que proporcionalmente significa que, a cada X habitantes de São José 1 é mendigo. Segundo ás contas da pesquisa, nós só temos 2 mil mendigos na cidade o que na conta do prefeito é bem pouco.

Aliás, em São José segundo o pseudo secretário e o prefeito não tem mendigo, só tem "pessoas em situação de rua", do mesmo jeito que o governo do Estado do PSDB contabiliza mortes à bala de revolver não como assassinato, mas como "hemorragia" afinal, se os tiros não tivesse sangrado o defunto, ele não teria morrido.

Chega de mentiras e maquiagens para fazer o povo de trouxa.

Fora com Eles!

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Reposição salarial vira promessa de campanha

No desespero vale tudo, enganar, mentir, beijar criancinhas ranhenta, fazer declaração de amor à pobre e servidores, mas a prática continua a mesma: Promete, promete e cumprir que é bom...Nada!

Hoje mesmo em matéria de capa do Jornal Vale Paraibano está escancarado que no mínimo 8 obras prometidas em campanha não serão cumpridas. Ora, se nem obra de cimento e asfalto que é a única coisa que sabe fazer ele está conseguindo dar conta, imagina o resto.

Essa ladainha pro servidor então. Aparece na tevê quase às lágrimas bancando o bonzinho e jogando á culpa no juiz, porque talvez tenha assistido ao Programa do Tiãozinho do Povo e descobriu que é um banana e quem de fato manda na cidade são os outros.

O fato é que, se a justiça realmente o impede de dar o gatilho, porque não mostra na Teve em seus mais de 29 minutos diários, um documento onde pede autorização à justiça para conceder o gatilho e esta permissão é negada?

Conversa para boi dormir. A verdade é que perseguiu e vai perseguir funcionário sempre que estiver à frente da prefeitura, retirando direitos conquistados devagarinho com já o fez com a guarda. Não paga porque não quer, e só voltou atrás de sua frasezinha arrogante de que não precisava dos votos dos funcionários porque viu que a reeleição entrou água, senão era banana pro povo.

O Povo não é bobo, e vai dar o troco!

Fora com Eles!

Jorge H. Saladino

Governador paga Mico fazendo propaganda de Obra embargada como prova de competência


Parece que é mal de família, pois até o governador Serra apareceu no programa de TV do prefeito fazendo propaganda de Obra embargada do Fórum como mais uma grande realização do PSDB em nossa cidade. Será que pensam que somos cegos e burros, ou são tão incompetentes que nem para verificar informações sobre o andamento das suas poucas realizações são capazes?
Porque não levantam um pouco o traseiro da cadeira e vão a campo nas ruas da cidade para ver se conseguem fazer algo acontecer.
Quem deve estar contente com isso é o vereador Cassado por compra de votos do PSDB, Cricriânus, pois quanto mais demora para construir o fórum, mais tempo ele tem pra recorrer das suas trapaças.
Povo de São José, abre o olho!

Cresce a Popularidade do Prefeito

Sorte do prefeito poder usar a desculpa de que cumpre a agenda no Paço todo dia para não sair às ruas pra a campanha, pois a cada dia, mais e mais aumenta sua rejeição.
Os candidatos à vereador da sua coligação já não sabem mais o que fazer para esconder a ligação com o prefeito. Tem candidato que até dobra o santinho no meio para que o eleitor não veja a cara do prefeito.
E o mais interessante é que até entre os setores mais abastados da cidade, sua popularidade está em queda, talvez porque tenham percebido de que não adianta ter tanta praça na cidade se não há segurança além dos portões dos condomínios fechados, que as ruas da cidade, principalmente à noite, é terra de ninguém, onde a cada dia que passa aumentam o número de prostitutas, crianças, de rua, drogados e marginais e o que faz o prefeito? Se esconde debaixo da cama ou debaixo da sai do Emanuel.
São José precisa bem mais!
Fora com Eles!

Jorge Saladino

terça-feira, 26 de agosto de 2008

Cricriânus Ferrado – O Vereador comprador de votos

Cricriânus Ferrado – O Vereador comprador de votos

Cricriânus Ferrado é o nome político ou científico de uma pequena ave de rapina barulhenta e mal encarada, da família dos tucanus corruptus também conhecida popularmente pelo nome de Tomonocú.

Desde que pousou na Câmara Municipal há 8 anos, Cricriânus, não cansa de arranjar encrenca, razão talvez do Cricri em seu nome.

Campeão em empregar parentes e amigos na prefeitura e em seu gabinete onde já chegou à empregar mulher e ex-mulher ao mesmo tempo. Religioso, cobra dízimo de até 50% do salário de cada indicado à prefeitura, razão do baixo desempenho dos mesmos para as funções contratadas.

Populista, passa atravessado pela goela dos outros tucanos do ninho que não gostam de se misturar à pobreza, e só o aceitam pela densidade eleitoral conquistada à base de dinheiro e muita propaganda, conforme confirma a decisão do Tribunal de Justiça sobre compra de votos que cassou seu mandato.

Também é tido como pequena ave milagrosa, pois mesmo declarando à justiça possuir apenas 20 mil reais em bens, está gastando uma fortuna faraônica nesta eleição, algo estipulado por seus assessores mais linguarudos em quatrocentos mil reais. Onde fica a pergunta: Por que alguém gastaria quatrocentos mil para arriscar à receber duzentos e oitenta e oito em 48 parcelas com 4 anos para pagar?

Sua atuação legislativa se restringe ao varejo de pequenas obras em troca de voto não tendo aprovado sequer um projeto relevante ao longo dos oito longos anos nos quais está pousado na câmara.

Especialista em nomes de ruas e em dar títulos de cidadão à pessoas de contribuição social duvidosa mas com famílias numerosas, que em sua matemática rasteira se traduz em votos, votou contra o povo em todas as oportunidades que teve, seja votando à favor do aumento do próprio salário, à favor do nepotismo, e à favor de entregar nossa água à Sabesp.

Cricriânus apesar de jovem, é um legítimo espécime da fauna política brasileira, abundante em gatunos, cobras e lagartos.

Pra finalizar, é óbvio que um vereador que tem ânus no nome só podia ser aliado de um prefeito que começa com Cú.

Fora com Eles!

Jorge Saladino





Intimidar, intimidar até ver se cola

Duma hora pra outra, nosso prefeito de elite resolveu abraçar pobre, fazer declaração de amor à servidor, de repente até aparece no seu bairro pela primeira vez em quatro anos e dá aqueles famosos beijos em criancinhas ranhentas só pra aparecer bonito na teve.

Aproveitem pois este amor e respeito repentino ao pobre só dura até a eleição, depois é porrada em cima de porrada, como bem diz seus correligionários em suas suscintas e truculentas aparições por aqui.

Mas Curi tem uma razão para detestar tanto pobre: Acredita que pobreza contamina, e como adora ser rico, pretende conviver somente entre os ricos.

Agora você, que não é nem pobre nem rico, como fica?

Fica de fora, como sempre!

Só que o seu voto pode mudar o jogo e dar o troco, fazendo esta cambada elitista comer um pouco de pão e água pra ver o que é bom pra tosse.

Fora com Eles!

Conversa DE CUmadres 2 - Asfaltando até pensamento


segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Curi não é Emanuel

O Prefeito até tenta, o ex-prefeito até tenta, mas o povo não é trouxa e sabe que Curi não é Emanuel.
Seus 4 anos desastrosos passam longe dos 8 de seu antecessor, tanto é que, incapaz de defender o seu próprio governo, tenta enrolar as pessoas dizendo que seu governo tem 12 e não 4 anos.

UM prefeito fraco, mandado por mulheres. sem pulso, que começa à gaguejar quando é questionado pelo mais simples dos eleitores, não tekm condições de tocar uma cidade com São José.
E não adianta usar máscara ou pedir pra Mamãe Emanuel socorre-lo, o povo sabe muito bem que no seu primeiro governo, o perseguido foi o pobre, portanto, a classe me´dia que se cuide, pois já tá na mira do maníaco do Paço.

Em outubro,
Fora Com Eles!

Jorge Saladino

Onde os Pobres Não tem Vez


Onde os Pobres Não tem Vez

Sucesso de Público há 4 anos no sétimo andar do Paço Municipal, este filme de terror, conta a história de um poste que foi alçado à condição de prefeito da cidade.
Despreparado para a missão, este poste vive da luz fúnebre de diversas bruxas que ocuparam cargos de destaque em sua administração, que o manipulam ao bel prazer, iniciando uma perseguição implacável aos pobres e assalariados da cidade que desejam CHUTAR para fora da cidade, promovendo assim seu projeto de eugenia, ou como preferem, de faxina étnica e econômica para enfim mudar o nome da cidade para São José para Poucos.

Nisso vale tudo. Mentir, enganar, humilhar, intimidar, trapacear e enfim, chutar os mais pobres para bem longe das regiões centrais da cidade.

Estão tentando rodar à todo custo, usando inclusive verba pública e todo arsenal de mentiras, ameaças e intimidações uma continuação que ficaria em cartaz de 2009 à 2012, onde estão programadas o afogamento dos pobres do Banhado, o Estacionamento de Madames sobre os lares dos pobres da Santa Cruz e por fim, iniciar seu ataque à classe média, porque em São José, quem não tem dinheiro fica de fora.

Precisamos dar um final feliz à este filme. Fora com Eles!

Jorge Saladino

Obras de Orçamento duvidoso e camuflado Casinha de Bonecas

Vamos começar à postar aqui algumas das centenas de obras desnecessárias realizadas durante estes 4 anos e que, na grande maioria das vezes, tem seu orçamento duvidoso e normalmente vem camuflado em meio a projetos bagunçados.

Pra estrear, nada melhor que a casinha de Bonecas de R$45 mil reais embutida na reforma do Parque Santos Dumont.
Como pensa que nosso dinheiro é capim e gasta muito e gasta mal, porque não torrá-lo numa casinha de bonecas que vive fechada no parque ao vultoso custo de 45 mil reais?

Imagino que seja um saudosismo do prefeito dos seus tempos de colégio quando brincava de bonecas com as amiguinhas secretarias que hoje mandam nele em vez de jogar bola com os meninos.

Saudosismo ou mero desperdício, o fato é que mais uma vez nosso dinheiro é mal investido.
Não é à toa que mesmo dispondo de um orçamento bilionário, ainda precisa pedir empréstimo no estrangeiro.

Por isso se há uma marca em seu governo, a marca é essa: Governo Curi, Gasta Muito/ Gasta Mal

Fora com Eles!!

Jorge Saladino

sábado, 23 de agosto de 2008

Arrogância e intolerância vem de berço

A Jumentude Tucana que costuma frequentar academias, queimar mendigos, encher a cara e sair barbarizando com o carro do papai nas ruas da cidade, apedrejar prostitutas, cheirar um pozinho e perseguir pobre, agora resolveu atacar também este humilde blog, sempre com os velhos jargões bobos de sua casta de débeis mentais: É chupa-pobre, é petezada, é comunista, sempre um rótulo fácil para não ter que lidar com a verdade e, pois ai teriam que fazer algo impossível á um tucano: Pensar.

Vamos Lá entender alguns dos besteirois e chavões da Mamãe Emanuel que a turma repete o refrão igual agulha de vitrola:

Chupa Pobre: Apelido dado pela Mamãe Mané ao pessoal do Pinheirinho que exigia seus direitos garantidos pela população. Agora, quem é que na verdade chupa pobre, esse governo de Elite que empurra o pobre cada vez mais para a periferia da cidade ou o pobre que tenta ajudar outro pobre? Aliás, se o negócio é apelidar, podemos então chamar este Governo-Desastre de EXPULSA POBRE OU AINDA DE CHUPA RICO, porque é só você ter dinheiro que eles lambem até as bolas.

Petezada: para os energúmenos e todo e qualquer cidadão que discorde de suas imbecilidades, não importando se você é filiado ao PT ou não. Albert Eisntein se fosse vivo, por exemplo se enquadraria nesta qualificação.

Comunista: É qualquer um que não fale amém pra Her Curi e sua cambada de incompetentes. Aliás, será que sabem o que é comunismo, neoliberalismo, capitalismo? Acho que a única coisa que sabem é contar dinheiro e mesmo assim muito mal, pois gastam muito e gastam mal, enfiando o dinheiro público0 que é de todos, no dos empreendedores falidos que colocaram nos cabides da prefeitura.

Fora com Eles

Jorge Saladino

Conversa de Cumadres É a elite debochando da nossa cara

De Intimidador à Santo, as muitas faces do novo ator Curi

Depois de passar anos à fio calando a boca da imprensa com muita grana de publicidade oficial (aquela que a prefeitura paga para os jornais, rádios e tv sempre dizerem que está tudo às mil maravilhas e fazer vista grossa aos problemas) e intimidar a população, funcionários e qualquer um dos milhares de descontentes com seu governo autoritário e elitista, que trata o cidadão como mera formalidade, agora o prefeito se faz de vítima pedindo para a mamãe Emanuel ir até a tv dizer que não deixaram o pobrezinho se defender...Que peninha dele! Será que o nosso amiguinho mimado do paço já ouviu aquele ditado que diz: "Pimenta nos olhos dos outros é refresco!"


E o mais engraçado é que, ao invés de tentar explicar o inexplicável, reclamando que os outros (SEMPRE OS OUTROS!) não deixaram ele se explicar, ele perde o tempo justamente fugindo da conversa em vez de tentar convencer as pessoas de sua recente Humildade.

Aliás, entenda esta súbita humildade em ouvir as pessoas, sendo as pessoas, o juiz, o promotor, sempre alguém que o obriga à rever suas injustiças. Daí, quando não tem mais jeito de ferrar o cidadão com suas loucuras, ele se atribui o mérito, como acontecido no caso dos funcionáriuos das empresas de ônibus e servidores, aos quais deu uma banana, e agora faz pose de bom moço.

Diante desta nova fase de bom moço humilde que nasceu nos juntos "do lojinha",sugiro à você que por ventura encontre o bom moço em algum semáforo ou feira livre e que consiga furar o bloqueio de puxas-sacos que não permitem que você perto do Bom moço acessível e faça o seguinte teste: Contrarie ele, cobre algo que está errado em seu bairro ou região (assunto não vai faltar) depois do primeiro sorrisinho amarelo e simpático, não se dê por vencido e questione mais uma vez, tenho certeza que a máscara cai e a moça vai ficar irritadinha e atacar você!

Chega de tentar enganar o povo, todos sabem que devido à sua baixissima capacidade intelectual, os tucanos só sabem responder não com argumentos, mas com intimidação, basta ler algumas das respostas que tenho recebido deles que, pela falta de cérebro, ameaçam com violência.

Lugar de gente assim é no hospício ou na cadeia, não na prefeitura

Em Outubro, Fora com Eles!

Jorge Saladino

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

A pergunta do Tiâozinho do Povo que não quer calar: Quem manda na cidade, o prefeito ou o juiz?

A pergunta do Tiâozinho do Povo que não quer calar: Quem manda na cidade, o prefeito ou o juiz?

E a resposta não é nem um nem outro, mas AS GAROTAS SUPERPODEROSAS DO GOVERNO.

Como frouxo que é, sem pulso e firmeza e sempre inseguro, o nosso prefeito tinha que se agarrar em alguém para lhe dizer o que fazer e quando fazer e, em seu caso, nada melhor que passar a bola para as amiguinhas.

Elas fazem o que querem com o pobre boneco, fazendo-o de gato e sapato e colocando-o em fria atrás de fria.

Truculentas e autoritárias, simplesmente empurram suas decisões reacionárias goela abaixo da população e, como costuma dizer seu boneco de ventríloco, “Quem não gostar que procure outro lugar para morar”.

São elas que decidiram, por exemplo, que se você mora numa casa humilde perto do centro, você está estragando a paisagem, portanto, elas vão arrumar um jeito de te tirar daí, não tenha dúvida. Já fizeram isso com as pessoas da Vila Rossi, estão fazendo com as do Banhado, do Torrão de Ouro, tentaram fazer com as da Favela Santa Cruz afim de, no lugar da casas das pessoas, fazer um estacionamento, afinal, ter um lugar para guardar os carros das madames é mais importante que um lugar pra você morar.

Também estão transformando nossas escolas em quartéis e presídios, tratando nossos filhos na escola como se fossem mercadorias;

Privatizaram a saúde, e, como o empresário quer lucro e está se lixando para a qualidade do atendimento, você cidadão que se conforme em ser cobaia de erros médicos, isso quando não morre de esperar nas filas.

E as creches? Lembram dos Mamulengos, aquelas amigos e parentes de um vereador que é Juvenil no nome, mas velhaco nas malandragens? Criação dessa política de vender tudo para a iniciativa privada e dane-se se o serviço é uma porcaria.

Tem um ditado da terra que diz: TERRENO QUE NÃO TEM GALO, QUEM MANDA É GALINHA!

E é exatamente o que temos visto, um prefeito omisso, medroso, que começa á tremer e babar toda vez que você o contraria e, pra fugir das responsabilidades, joga a prefeitura nas mãos das amiguinhas mal-amadas pra descontarem suas frustrações nas mãos do povo.

Portanto Tião, aqui manda quem não tem mandato, quem não é eleito, quem vive na rebarba dos outros.

Porque essas moças superpoderosas não saíram candidatas à vereador, à vice ou até à PREFEITA , AFINAL SE FAZEM TANTA QUESTÃO DE MANDAR, que pelo menos assumam ao invés de viver escondidas manipulando um boneco.

Em Outubro

Fora Com Eles!

Jorge Saladino

Sem criatividade, Curi mais uma vez copia Emanuel nos semafóros

Cabo eleitoral de Curi pedindo votos nos semafóros da Avenida Nelson Dávila

quinta-feira, 21 de agosto de 2008

O Prefeito Cimentinho

O Prefeito Cimentinho

Já repararam que não há uma só realização da administração do Urubu fantasiado de tucano Edu Cu Ri, que não leve cimento?

Quando não é reformando pracinha e floreira, ou desmanchando parede de escola e UBS, pra variar com gente dentro, sejam elas crianças que não conseguem estudar pelo barulho e pela poeira do quebra-quebra, ou os doentes que tem que conviver com essas reformas de prédio intermináveis, é refazendo asfalto novinho e jogando outro em cima só pra mostrar serviço e jogar nosso dinheiro na lata do lixo e no bolso dos amiguinhos empreendedores.

Aliás, por falar em empreendedor, é interessante como Deus sempre ajuda empreendedor que entra na prefeitura à ganhar dinheiro, à começar pelo prefeito, que tinha uma fabriqueta com 3 funcionários antes de virar secretário do Emanuel e, por milagre, justamente no período em que estava na prefeitura, portanto, longe da fabriqueta, ela subiu igual foguete, virando uma fabricona, bem maior que a de Empregos prometida pela patota.

O legal de fazer obra à base de cimento é que cimento não fala, não reclama, pode ser superfaturado e ninguém percebe, pois quando o bolo é dividido com os irmãos, ninguém abre o bico. Mas de vez em quando o rombo é meio escandaloso, como no caso da casinha de bonecas do parque Santos Dumont, que custou a bagatela de 45 mil reais e, iguais a casinha de boneca ta cheio de obra irregular, mas como é obrigação dos vereadores fiscalizar e essa cambada come na mão do prefeito fica tudo por isso mesmo.

O que o prefeito engenheiro não entende é que erguer parede de escola, creche e hospital é fácil, difícil é fazer funcionar, pra isso é preciso ter sensibilidade, gostar de gente, olhar olho no olho, tratar as pessoas com respeito e dignidade e isso passa longe dessa administração fria, que trata as pessoas como números.

Como não gostam de ser envolver nestes assuntos de povo de São José, o que o prefeito faz: Privatiza. Vende o que há de mais precioso na cidade que não são suas praças e jardins,mas seu povo e coloca nas mãos de empresários e ongs picaretas que exploram a mão de obra de creches e hospitais onde a nossa família deveria receber um tratamento digno.

Administrar uma cidade é fazer escolhas e, entre mais uma praça e floreira e saúde para o nosso povo, fico com a segunda opção.

As pessoas de São José TEM DE SER PRIORIDADE, e não ficrem em segundo plano quando o assunto é mais cimento.

Faça sua escolha, e que o prefeito peça voto para as empreiteiras dos amigos que ajudou à enricarem ainda mais.

Fora com Eles.

Jorge Saladino

Um Prefeito de Elite

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Quem é o candidato: Cury ou Emanuel?

Quem é o candidato: Cury ou Emanuel?

Jorge H. Saladino

FROUXO!

Lembra aquele garotinho da escola todo engomadinho e cheio de não-me-toques e frescuras que a mamãe levava todo dia até a porta da escola e se despedia apertando a buchechinha e dizendo: -“Meu Tesouro!”? Um garotinho que não se enturmava com os demais meninos, que ao invés de jogar bola, vivia de fofoquinhas com as meninas brincando de bonecas e toda vez que a coisa apertava gritava: -“Eu vou chamar a minha mãe!”?

Pois bem, este garotinho maricas cresceu e hoje é prefeito da cidade, mas os velhos hábitos persistem.

Incapaz e inseguro, cercou-se em seu castelo no Paço Municipal nestes 4 anos, rodeado de suas amiguinhas mandonas e de um bando de puxas-sacos que passaram os 4 anos lhe inflando o ego e a baixa auto-estima, batendo palmas para todos os seus desmandos e chiliques pois, como o dono da bola, nunca permitiu um jogo limpo, com regras claras, senão aquelas que lhe beneficiassem.

4 anos desastrosos se passaram onde, o pouco que foi feito, não passou de continuar obras do governo anterior ou desmanchar o que já estava feito para fazer mais mal feito de novo, o bicho pegou e o que fez nosso herói maricas: Óbvio, chamou a mamãe Manuel.

Mamãe Manuel é como aquelas mães que não conseguem admitir os defeitos dos filhos e, ao invés de corrigir-lhes, dando-lhes um belo puxão de orelhas, prefere dizer que a culpa é dos outros que influenciaram o coitadinho, afinal, filho feio só nasce na casa do vizinho.

Assim, agora que o prefeito Cury, filhote de cruz-credo enfrenta o primeiro grande desafio que é que ele faz: Chama a mamãe! E lá está ela, Mamãe Manuel, pronta para ir à público defender com unhas e dentes seu cria, mesmo colocando em risco todo o seu prestígio, pois o povo não é burro para cair no golpe de novo e passar mais 4 anos engolindo merda só porque o ex-prefeito pediu.

Falta de pulso, firmeza, covardia, mentiras, não são nem de longe requisitos para ser prefeito de São José dos Campos. Esta é uma cidade que precisa de alguém determinado, com luz própria, corajoso para enfrentar os muitos desafios do mundo moderno e não de um HOMEM FROUXO, QUE CORRE PARA DEBAIXO DA SAIA DA MÃE QUANDO O CALO APERTA!

Se as coisas estão tão feias assim, porque o prefeito não tem um pingo de humildade e renuncia à candidatura e apóia o ex-prefeito Emanuel para prefeito de novo?

Um homem que em 4 anos como prefeito de uma cidade do porte de São José, não conseguiu ter uma identidade própria tendo de viver na sombra do antecessor, não merece nos governar, pois, não os outros, mas ele mesmo, assumiu a carapuça de medíocre.

Há 4 anos acreditamos em Emanuel e compramos merda como se fosse Filé Mignon, agora Emanuel, nos desculpe, mas com todo o respeito, se gosta tanto de merda, fique com ela inteirinha pra você.

Em Outubro, Fora com eles!!

Jorge H. Saladino

Nem todo mundo dúvida das mentiras de Eduardo Cury

terça-feira, 19 de agosto de 2008

Pesquisa confirma: Curi é o candidato da Elite

Pesquisa confirma: Curi é o candidato da Elite

Jorge H. Saladino

Enquanto se atola cada vez mais num mar de mentiras, truculências, arrogâncias e incompetência, o prefeito Curi que, em sua auto-análise não é prefeito, mas perfeito, continua à despencar nas pesquisas, já estando tecnicamente empatado até em institutos de pesquisa de credibilidade duvidosa, porém entretanto, o prefeito, do alto de seu salto alto de soberba e arrogância, continua à se recusar à ser humilde e admitir os muitos problemas de sua administração desastrosa e unilateral que em 4 anos, desconstruiu o projeto do Emanuel em um governo com viés claramente elitista, que pos como prioridade atender apenas uma pequena parcela da população, relegando os demais à mingua.

Isso se refletiu na última pesquisa onde o prefeito só se deu bem nos bairros ricos da cidade e nos condomínios fechados e isso tem uma razão de ser: o prefeito prioriza quem tem dinheiro nesta cidade e deixa ao relento os pobres que, em sua visão são meras formalidades e problemas.

Alguns exemplos desta atenção preferencial à elite:

  • A casa do Idoso: Apesar de prometer no mínimo 3 casas do idoso, construiu só uma e, por coincidência, na Euclides Miragaia, bem no centro da cidade, dificultando o acesso dos idosos carentes que, para se dirigirem até lá tem ás vezes de pegar 2 ônibus, entretanto, os idosos ricos da imediação agradecem o novo clube gratuito construído para eles com o dinheiro de todos;
  • Vicentina Aranha. Gastou 23 milhões para desapropriar um prédio que já era nosso, para que os ricos pudessem fazer suas caminhadas e levar o carrinho para passear em segurança, coisa que não acontece na periferia, onde você é obrigado à caminhar em calçadas quebradas se arriscando á ser assaltado;
  • Está construindo um novo teatro ao custo de mais de 10 milhões que apresentará peças que custarão em média 100 reais o ingresso; Pobre consegue assistir?
  • Construiu um lindo jardim japonês em frente á um condomínio de luxo fechado, fez algo parecido em seu bairro? Não, porque pelo visto, só rico gosta do que é bonito;
  • Instalou câmeras de segurança somente no comercio central e em bairros de rico deixando ás áreas na periferia onde acontecem a maioria dos crimes, como tráfico de drogas á mingua, entretanto, por coincidência, o trajeto do Paço até sua casa é todo vigiado;
  • Afim de valorizar imóveis centrais de seus amigos, tem promovido uma remoção gradual da população mais pobre que envia, quando muito, para casinhas de 40m² lá onde Judas perdeu as botas;
  • Quando foi ampliar o aterro sanitário, só fez reuniões com os moradores de condomínios fechados próximos, se lascando para a opinião dos pobres que simplesmente removeu usando sua truculência de sempre;
  • Por coincidência, as linhas de integração entre os ônibus, só ligam a periferia à bairros mais abastados, como Urbanova, porque sua única preocupação é que as empregadas domésticas dos ricos paguem menos passagens de ônibus;

E por ai vai, o que não lembra o prefeito que mora num feudo distante da população, cheio de guaritas de segurança para afastá-lo do convívio com pessoas comuns, é que é justamente este tipo de abandono que muitas vezes obriga as pessoas, na ausência total do Estado em suas vidas à se revoltar e acabam cirando um caos social, caos este que vemos no absurdo numero de consumo de drogas na cidade, na violência crescente, no desemprego que aumenta todo dia e o prefeito não faz nada além de lamber os que tem dinheiro e que a classe média e o pobre se explodam.

Precisamos de alguém que governe para todos e não olhando sempre para o próprio rabo, pois uma pessoa que não tem o mínimo de sensibilidade, não serve para governar uma cidade como a nossa.

Tenho plena convicção que daqui por diante, com o horário de TV a máscara vai cair ainda mais e não adianta por medo nas pessoas, pois elas já descobriram que ele não é imbatível.

Curi não é Emanuel, Fora com Ele!

Jorge Saladino

Desgoverno Cury

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Crianças empreendedoras nos semáforos na cidade sem regras

Crianças empreendedoras nos semáforos na cidade sem regras

Jorge H. Saladino

Valendo-se sempre do ditado nazista “Insista tanto numa mentira até que se torne verdade”, o desgoverno nestes últimos 12 anos, intensificados nestes 4 anos de desastre que tem sido a administração do Aprendiz de Emanuel, tem nos vendido uma idéia de que vivemos numa das melhores ditaduras possíveis, calando a boca da oposição, fechando jornais, rádios, blogs, perseguindo funcionários e cidadãos, entretanto, quando refletimos um pouquinho que seja, vemos que o mar de rosas só existe nas centenas de canteiros esparramados pela região central da cidade para disfarçar o mal cheiro de um governo que é tão incompetente que todas as suas obrigações terceiriza para a iniciativa privada com a alegação de que fazem melhor e mais barato. Ora, se os outros são tão mais competentes que eles, melhor então eleger os donos dessas empresas logo duma vez.

Um dos principais estelionatos ideológicos enfiados goela abaixo é o da tal cidade empreendedora. Ganhou até prêmio este ano! Entretanto o que vemos é a fuga diária de mais e mais empresas da cidade e a prefeitura ardilosamente vendendo a idéia desde os bancos pré-escolares que, bastando vontade e determinação, você fica milionário e sai da miséria que eles próprios ajudaram a enfiar o povo. É aquela ideinha safada de que se voc~e colocar um balaio de coxinha nas costas e sair vendendo, logo se torna o novo Mc Donald’s. Haja coxinha e mentira. Os jovens decentes da periferia até tentam, mas o máximo que conseguiram até hoje foi enganar a fome.

Desestimulados aos ambiente para lá de opressor e competitivo dos bancos escolares de São José, que a todo instante joga na cara destes jovens de que só um deles, em salas de até 50 alunos será o melhor, o tal empreendedor, e o resto que se contente em virar peão, muitas dessas crianças perdem o interesse nos estudos e vão virar empreendedores do tráfico de drogas, da catação de lixo no centro da cidade, nos semáforos onde nossas crianças fazem malabares para continuar vivendo.

Até quando vamos continaur tolerando isso?

É hora de dar um basta nesta ditadura de medo imposta por gente arrogante que só lembra do povo em época de eleição, ai, no desespero como vimos semana passada, libera geral até loteamento que de pirraça, emperraram por 12 anos.

São José merece mais, Fora com Eles.!

Chega de tomar no CUri

Jorge H. Saladino

sábado, 16 de agosto de 2008

Como diz a sabedoria popular...

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Curi o Celso Pitta do Emanuel

Parece praga, mas assim como acontece na grande maioria dos filmes de hollywood que na sanha de ganhar dinheiro fazem continuações medíocre pra seus filmes, na política esta lógica aprece ser a mesma: Os prefeitos e governadores elegem seus sucessores e os mesmos incapazes de ter luz própria, desandam á fazer besteiras com o poder para o qual não possuem a menor capacidade senão aquela de ter sido o puxa-saco número 1 do antigo ocupante da cadeira.

E em São José não é diferente. Assim como ocorreu com Maluf que elegeu o Pitta, aqui Emanuel, provando que elegeria até um Poste, foi literal, e, mais do que eleger o Poste, que ao menos tem luz, elegeu o vira-latas que mijava no poste.

Prova disso é que, depois de só ter sido eleito porque o ex-prefeito pôs a mão em sua cabeça turca, caso contrário não se elegeria nem pra síndico (aliás, não tinha densidade eleitoral quiçá para ser candidato á vereador) em 4 anos de canastrices, arrogâncias, absurdos, mau uso do orçamento bilionário de São José, maior do que o de muitos Estados inteiros (prova disso é recapear avenidas mais de 5 vezes em apenas 4 anos), mesmo assim é incapaz de ter criado uma "marca" de seu desgoverno, o que o faz usar a imagem do ex-prefeito em seus santinhos e, ao invés de falar das conquistas de seus 4 anos, tenta iludir o povo com o que foi feito nos 12 anos.

O Problema desta lógica é apenas um, porém crucial: Curi não é Emanuel e não passa perto nem de longe, e, como não é o Emanuel o candidato mas ele, Curi, que mostrou nestes 4 anos tudo que não deve ser um prefeito, inclusive o de ser um boneco de uma mulherada que o controla como marionetes.

Então o que podemos esperar é uma criança mimada gritando, chorando, fazendo birra e se achando dono da cidade.

Bem feito para nós que apostamos num poste para iluminar uma cidade abençoada como São José que precisa de um sol.

E, como diz o ditado popular: UM PREFEITO QUE COMEÇA COM CU, SÓ PODE TERMINAR EM MERDA!!!

JORGE SALADINO

Esses vereadores picaretas e suas malandragens

Há muito que a falta de vergonha na cara parece ter tomado conta dos vereadores de São José que, depois de terem cumprido um mandato, no mínimo, medíocre (para não dizer outra coisa), agora fazem de tudo, alguns vendem até a mãe mas não entregam (não porque amam a genitora, mas porque vendem para mais do que um e nunca cumprem o que prometem).

A última dos canalhas em desespero, juntamente com a corte palaciana que sempre tratou pobre como merda nesta cidade, é, do dia para noite, na base da canetada, legalizar bairros clandestinos que estão em média, mais de 15 anos esperando esta demonstração de boa vontade. Interessante que essa "benevolência" aconteça justamente à 45 dias de uma eleição onde tudo leva à crer que levarão o maior pau da história, que só não será maior que o estelionato eleitoral que levou esta cambada ao poder com sua fictícia Fábrica de Empregos que nunca passou de Fábrica de Cabides.

Aliás, o Ali Babá do Paço e Celso Pitta do Emanuel, parece que entendeu ao contrário a promessa de campanha e tornou a cidade numa Fábrica de Desemprego, basta ver o sem número de empresas que foram embora da cidade nestes últimos 4 anos.

Mas para ajudar a refletir uma pouco também na eleição de vereadores, relembraremos durante este período algumas das pérolas dos atuais edis da cidade.

E a série começa com o Bob inho da Padosa
Coitadinho do Bobinho da Padosa, para se eleger comeu o pão que o diabo amassou e distribuiu pão e leite de graça, além de bancar vários times de futebol, pois, já que é incapaz de ter propostas, é melhor explorar a miséria do povo em troca do voto.

Aliás, chega à ser emocionante ver o Bobo sempre sorridente em todas as fotos e outdoors depois que, segundo seu próprio relato, a política o quebrou financeiramente, deixando-lhe apenas uma Saveirinho velha de 4.000 reais caindo aos pedaços.

O mais engraçado é que, apesar de ter apenas a Saveirinho, estamos vendo rodar por todo quanto é canto da cidade, no mínimo três S10 zeradas colocados placas em todo quanto é lugar nessa cidade. Aliás, o pobrezinho, apesar de estar à beira da falência conforme sua declaração de bens à justiça eleitoral, está bancando uma das campanhas mais ricas da cidade que, por baixo, pelo número de cabos eleitorais contratados e material com sua triste figura, não deve ficar em menos de 100 mil reais, dinheiro que, honestamente com o novo salário de vereadores levará pelo menos metade do mandato para recuperar, mas como sempre diz, prefere pagar para ajudar o pobre, no caso, o Pobre Bob.

Por ventura, dizem as más línguas que o Bob, num momento ébrio num boteco em seu bairro, chegou à declarar com suas gargalhadas peculiares, que levou uma bolada da Sabesp para votar á favor de FODER a vida dos nossos filhos e netos pelos próximos 60 anos que terão de beber a água cancerígena da Sabesp, mas, prefiro ainda dar o benefício da dúvida ao Bob e pensar que tudo isso é fofoca e de que Bob é 100% honesto.

Gente acorda, o dinheiro gasto com festa na campanha vai ser reembolsado com o dinheiro que a gente paga de imposto que é sempre desviado.

Fora com eles!

Jorge Saladino

Desesperado, Prefeito confunde eleição com festa junina e convoca quadrilha

Desesperado, Prefeito confunde eleição com festa junina e convoca quadrilha

O megalomaníaco Ali Babá do Paço, desesperado com a possibilidade real de perder a eleição, convocou a quadrilha para tentar evitar que o barquinho afunde e qual foi a primeira ação da cachorrada: Transformar a cidade de Regras numa Zona! No desespero que esses vereadores estão por salvar a própria pele vale tudo, inclusive aprovar do dia pra noite a regularização de bairros clandestinos aos quais nunca deram pelota. A idéia é mais ou menos essa: A gente faz a sujeira, se reelege, afunda de vez o Ali Babá e o próximo prefeito que limpe a sujeira!!

Será para o prefeito que começa com Cu, Cidade de Regras, é cidade menstruada???

Curi não é Emanuel! Fora com Eles!!

Banhado vai virar Piscinão de Ramos

Banhado vai virar Piscinão de Ramos

Em sua obsessão de eliminar qualquer indício de pobre da cidade, pelo menos aquele pedaço da cidade que vai da prefeitura até a sua casa, o megalomaníaco do Paço não mede conseqüências e quer transformar o nosso principal cartão postal, o Banhado num piscinão igual ao de Ramos no Rio de Janeiro. A idéia funesta, arquitetada em conjunto com o ex-ambientalista e hoje puxa-saco Dedé Miragaia, que querem encher d’água no Banhado, cujo objetivo verdadeiro é expulsar a população pobre que lá mora, muitos há quase 100anos! Inundando suas casas com a desculpa esfarrapada que estragam a paisagem e estão invadindo um espaço de preservação. Ora, se realmente estivessem tão preocupados com a preservação ambiental do Banhado não estariam justamente passando a Via Norte em seu contorno. Santa Demagogia Batman! A desculpa é outra mas a razão é sempre a mesma: SE VOCÊ É POBRE ESTÁ FODIDO EM SÃO JOSÉ!

Ainda bem que, ao que tudo indica, o povo acordou e vai dar o troco nesta eleição.

Curi não é Emanuel! Fora com eles!!!

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Enquanto isso, a farra rola solta


Apostando sempre que a memória do povo é curta, os vereadores de São José aprovaram por duas vezes o aumento do próprio salário, uma logo no primeiro mês de mandato e outra no fibal do ano passado.
Mas não é qualquer tipo de aumento, eles quando o fazem, fazem pra valer e praticamente dobraram seus salários à aprtir do próximo ano, já se considerando reeleitos pela fortuna que estão gastando nesta eleição ( e da qual não se sabe de onde tiram a verba, vez que os coitadinhos, como o Cristiânus e o Bob da Padosa, declararam que particamente quebraram como vereadores).
Agora, na calada da noite, os mesmos, aproveitam para tentar aprovar nova lei de zoneamento em seus redutos, devido ao desespero d etentar se reeleger á qualquer custo.
Está na hora de cortar as asinhas destra turminha e quando eles vieram lhe entregar um santinho, ou melhor, seu capetinha, mande-os enfiar no meio do Curi.
Fora com eles!

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO