sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Debate para prefeito de São José dos Campos

O debate de ontem na Band Vale deu a tônica do que deve ser a campanha deste ano: o PT batendo forte na desumanização da atual adminstração, o prefeito achando tudo perfeito, gaguejando, tremendo as mãos e reclamando dos amiguinhos dos outros que querem tomar o lugar dos seus amiguinhos, e o PSTU, como sempre, viajando na maionese.
Aliás, nunca vi gente tão alienada e fora de órbita como os candidatos do PSTU. Na total falta de preparo e proposta, atiram para todo lado e mal conseguem se situar geograficamente. Ontem, vimos o dito cujo, falar dos Estados Unidos, de Belo Horizonte, de Brasília, do Daniel Dantas, do Naji Nahas, de tudo quanto é lugar, menos da cidade onde se propoe à governar. Chegou ao ápice de dar como solução para o desemprego na cidade a reforma agrária. Só se for no quintal do sindicato onde, pelo visto a plantação é de erva da boa.
E ainda costumam ter a pachorra de dizer que a população não vota neles porque suas propostas são ousadas demais. o Povo não vota neles porque não é trouxa, afinal, porque votar em quem só vive "achando" e não tem certeza de nada. Ou o PSTU cria jeito ou vai continuar partideco resmungão vivendo na teta dos sindicatos a vida toda.

Nossa cidade tem diversos problemas críticos e crônicos e é isso que esperamos que está eleição nos traga: mais compromisso e menos bla, bla , bla. Estamos cansados de cimento, uma cidade é feita de gente , por gente e para gente, portanto, que este debate dê inicio à um movimento de reflexão e ação para que tenhamos uma São José em 2009 que seja de todos nós.

Jorge Saladino

3 Comentários:

Daniel disse...

Ha ha, muito bom! Divertido e bem posicionado. Gostei do blog, voltarei sempre.

Anônimo disse...

O debate mostrou, provou, etc, etc que o Carlinhos está muito mais preparado para governar... pena que algumas pessoas insistam em acreditar no Prefeito-vendedor-de-sonhos...

Anônimo disse...

Ah! A charge ficou muito legal!

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO