sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Antonio Leite virou suco em São José. A censura e o ditadura escancarada


Antonio Leite virou suco em São José. A censura e o ditadura escancarada

Jorge H. Saladino

Liberdade de expressão parece que não consta do vocabulário político do governo de São José dos Campos que censura até sombra, desde que ofusque o “brilho” do sheik municipal.
Fechado por 4 anos em seu harém no paço municipal, rodeado por mulheres/secretárias/pitbulls (não necessariamente nesta ordem), não aceita qualquer manifestação senão à dos bajuladores e puxa-sacos de plantão, que lhe cercam o tempo todo dizendo viverem no melhor dos mundos possível. E não é que o nosso sheik municipal acredita?? E se alguém tenta contestá-lo, a menina fica toda bravinha e sai gritando a mesma ladainha: “- É politicagem da oposição!” . Ora, ora, será que o nosso príncipe herdeiro de Dom Emanuel pensa que nessa cidade todo mundo é otário? Afinal é ele, e não a oposição quem manda na cidade e manda com folga, auxiliado pelos 17 puxa-sacos da câmara de vereadores.
Mas como mesmo assim, alguns resistem, dá-lhe repressão: Já andou cassando até perfil de orkut!!! (Se não tomar cuidado sou a bola da vez..Ui!)
A última vítima da truculência municipal foi o radialista Antonio Leite que passou 3 anos e meio lambendo o príncipe herdeiro, CURANDO com sua lábia as várias cagadas municipais, mas que, nos últimos dias não conseguia mais evitar a multidão de munícipes reclamando da péssima administração do príncipe. A coisa em São José funciona assim: Vale bem de mim, ou não fale nada! Nem na ditadura militar era assim! Que vergonha. São José merece mais!

Jorge Henrique Saladino

1 Comentário:

Daniel disse...

Boa, Saladino! Um absurdo como este tem de ser divulgado. Os caras posam de democratas mas, quando o calo aperta, querem calar à força a oposição.

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO