terça-feira, 2 de setembro de 2008

Saúde para inglês ver em São José




Incapaz de encontrar sequer um, unzinho, cidadão joseense capaz de dar um falso testemunho sobre a pretensa qualidade do atendimento de saúde em São José, o prefeito fez o que sempre está acostumado à fazer, terceirizou para gente de fora, que não conhecem nossa realidade para avaliar seu srvicinho de porco.
O pior é que através de mais esta bizarrice, ainda teve a cara de pau de comparar o seu sistema precário de saúde à como diz em seu discurso fácil, à qualidade de primeiro mundo.
Bem, vamos ver como funciona a saúde nos países dos estrangeiros do Curi.
Estados Unidos: Devido á sua eterna falta de informação (para ter uma idéia, em enquete feita pelo vale paraibano disse que a cidade dispunha de 350 leitos hospitalares quando a mesma dispõe de 850, ou seja, na visão do prefeito, as coisas eram ainda piores) entrevistou um americano supondo que o sistema estadunidesnse de saúde fosse a maior maravilha do mundo, porque para gente tacanha como os tucanos, se é estrangeiro, tem de estender tapete vermelho, entretanto, o sistema de saúde americano , para o mal informado prefeito é totalmente privado, portanto, ou seja, se você se machucou, ficou doente... Pagou, sem choro nem vela, portanto, um sistema precário com o de São José que dê uma aspirina pra você já tá no lucro. Quem quiser maiores informações sobre o descaso americano com a saúde é só assistir ao filme Sicko do cineasta americano Michael Moore, aquele do Faranheit 11 de Setembro.
Quanto à saúde no Irã, Oriente Médio, terra dos descendentes do nosso sultão do paço e também dos Bin Laden da vida, não é necessário sequer comentários, pois nem mertiolate você encontra por aquelas bandas;
Por fim, entrevistou uma Húngara, que, apesar de ser europeia, a Hungria é um dos países mais atrasados tecnologicamente, tendo passado por diversas guerras e em eterna reconstrução.
Se fazia tanta questão de comparar com o estrangeiro, pois na sua cabecinha fraca, tudo que vem de fora é melhor que o nacional, porque não comparou com a Inglaterra ou até com Cuba? Porque sempre nivelar por baixo? Ou quem sabe com alguma cidade do Brasil que seja modelo?
A saúde em São José é uma droga, porque a prefeitura PRIVATIZOU o atendimento, porque para o prefeito é mais interessante mostrar números, do que realmente resolver os problemas, ou tem alguém por aí que prefere ser operado uma, duas , três vezes por erros médicos sucessivos.
Fazer mal feito e depois pegar os filhos dos amigos, PSDBoys, que moram nos condomínios de luxo da cidade e comparar a cidade à Curitiba é nome mínimo desconhecimento geográfico.
Aliás, pra quem é rico, São José é bem melhor que Curitiba, New York, Paris, mas pra quem é pobre ou classe média, como quem vive nos bairros clandestinos da cidade ou nas caixinhas de fósforo que o prefeito teima em chamar de casas e que ficam onde Judas perdeu as botas, a cidade está mais para Iraque, Etiópia.
Não sei, mais algo me diz que escolheram Curitiba porque começa com Cu, mas aqui na Curilândia, as histórias poucas vezes terminam em final feliz.
Jorge Saladino


2 Comentários:

Fabiano SJC disse...

Bom serei o primeiro então!, mas, não serei mentiroso, o serviço é realmente modelo, mas, servindo de comparação a "Caldas-Novas(GO)", estive lá recentemente e o serviço publico de lá é um lixo!...

SJC possui ótimas instalações, meu primo fez uma cirurgia no hospital da vila e não morreu e por sinal foi bem tratado!, isso foi a aproximadamente 1ano, mas, tem muito o que melhorar!...

Faço meu protesto as pessoas que ficam no hospital ou enfrentam fila a fim de pegar atestado medico pra não ir trabalhar!...isso tb existe lá tomando vagas de pessoas que realmente precisam...

Atenção Vereadores e Prefeitos devem usar o serviço publico de nossa cidade!!!....para isso faço campanha!

Anônimo disse...

SAÚDE BOA É EM JACAREÍ!!!

QUE DÓ DESSES PSTCÚs....

NUNCA serão nada...

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO